Skip navigation

Pois é, depois de muito tempo me fazendo de difícil para me cadastrar em mais uma “ferramenta simpática 2.0” acabei entrando na “microblogging-sfera” do twitter. Quer me seguir por lá? acesse:

https://twitter.com/eduterrataca/

Uma ilustração minha foi publicada no site da nova revista digital chamada Feijoada, o site é o seguinte:

http://www.feijoada.art.br/

Meu trabalho está na área de Arte Digital. Aproveite para ver meu trabalho e o dos outros colaboradores 🙂

Quem nunca passou por asneiras que clientes solicitam de vez em quando? Coisa do tipo: “adorei! mas pode fazer mais simples?”, “Eu te mandaria um Rough se eu soubesse o que é”, “Sei que o azul é a cor da nossa identidade visual, mas eu quero o site verde e amarelo!”, “Eu quero um banner para internet com 10mm de altura”, “mas que espaço em branco é esse?!? desperdício!” entre outras…

Agora para uma dessas existe uma solução, existe uma doença que todos os cliente tem chamada de Toalomp (Transtorno Obcessivo em Aumentar “a logomarca” O Máximo Possível), ela NÃO TEM REMÉDIO, mas agora existe uma solução para esse tipo de cliente, está a venda no seguinte site:

http://www.makemylogobiggercream.com/

Fazendo os clientes usarem essa pomada a gente evita de comprar remédios de dor de cabeça.

Tropa de Elite influenciando a cabeça de alguns diretores de arte:

rsrs, esse vídeo faz parte de uma série, onde existem mais dois videos:

video 1

video 2

Dica do: André Pinheiro

Enfim, depois de anos e anos de estudos com os profissionais mais qualificados, depois de meses de pesquisas sobre tendências de mercado e comportamento do públiico-alvo, depois de séculos de produção e desenvolvimento de idéias, roughs, design e produção, enfim está no ar o meu site novo!

> http://www.eduterrataca.com/

site eduterrataca.com

Espero que gostem, e aguardo comentários (que são sempre bem-vindos!)

hehehehe

faça o seu avatar também!
http://www.simpsonsmovie.com/

E ispirado pelo post anterior aqui vai uma tira nova. Se a vida fosse mais fácil eu até queria duas! Uma releitura baseada no provérbio citado anteriormente e na minha vontade de comer um mousse de maracujá.

 

Uma vez ouvi o diretor de cinema Robert Rodriguez dizer que as pessoas que não sabem cozinhar também não devem saber fazer sexo, já que isso são coisas que fazemos a vida toda, então devemossaber fazê-las bem.

Por isso hoje estou postando aqui uma receira de um dos doces que eu mais gosto. O maravilhoso e fantástico Mousse de Maracujá

Eis a receita:

Mousse de maracujá

Musse

1 caixinha de leite condensado 270 g
1 xícara (chá) de suco de maracujá 240 ml
3 colheres (sopa) de gelatina em pó sabor maracujá . 36 g
Polpa de 3 maracujás médios . 220 g
1 caixinha de creme de leite em embalagem 200 g
Calda
Polpa de 1 maracujá médio . 70 g
6 colheres (sopa) de açúcar . 72 g

1. Musse: coloque em uma panela o suco de maracujá e leve ao fogo até ferver. Retire do fogo, despeje em uma tigela, junte a gelatina e mexa até dissolver.

2. Incorpore o leite condensado, as polpas dos maracujás e o creme de leite. Bata com um batedor manual até ficar homogêneo e bem leve e distribua em 8 assadeiras (capacidade para 150 ml), umedecidas com água. Leve à geladeira por 2 horas ou até a musse ficar firme.

3. Calda: coloque em uma panela a polpa do maracujá, o açúcar e 4 colheres (sopa) de água. Leve ao fogo e cozinhe, mexendo de vez em quando, até obter uma calda. Retire do fogo, transfira para uma tigela, cubra com filme plástico e
leve para gelar.

4. Montagem: no momento de servir, desenforme as musses, arrume nos pratos e sirva com a calda de maracujá.
Rendimento: 8 porções de 135 g
Tempo de preparo: 20 minutos (mais 2 horas de geladeira)
Valor nutricional por porção: 255 Cal; 41 g de carboidratos; 4 g de proteínas; 9,5 g de gorduras totais; 33 mg de colesterol; 2 g de fibras;
0,5 mg de ferro; e 122 mg de cálcio.

Juro que é a ultima de hoje, já fiz a minha irmã prometer que vai desligar esse computador assim que eu clicar no botão pra publicar a mensagem.

Essa tira foi inspirada em uma frase das antiiiiigas, é uma daquelas que quando alguém a pronuncia levanta uma nuvem de pó imensa. E também nao me pergunte que p@#$ diabos significa esse provérbio porque eu não sei, se alguém de vocês encontrar a Derci Golsalver por aí, por favor, pergunte a ela e me diga a resposta (como se eu nao soubesse que a resposta dela seria algo do tipo: – Vá pa puta q pariu!)

 

Pensando um pouco melhor sobre isso, acho que o lance está na rima. Tem que ficar ligeiro com essa pegada “old School”. Opsss Desligando o comp…

Prometo que essa é a última que envio hoje.  (preciso perder essa mania de abandonar os blogs e no único dia do ano em que eu acessar ele vou lá e envio quinhentas mil mensagens)